segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Mariah em Lisboa

Logo que saí do avião fiquei emocionada com a brisa geladinha que batia no meu rosto, mas ainda não estava satisfeita porque não tava tão frio quanto eu queria... A temperatura estava em torno dos 14 graus. Queria FRIOZÃO DE VERDADE!

CHEGUEI!


Descobri o quanto aeroportos podem ser grandes e modernos. GENTE, pra evitar a fadiga das pessoas, tinham umas ESTEIRAS (sim, isso mesmo, esteiras)!
No início achei a maior frescura do mundo "pffffff, esteiras pra que se a gente tem pernas né?", mas daí entendi por que tinha elas: a gente teve que caminhar uns 3km até a imigração pra carimbar passaporte e blablabla. Sério, era muito longe. Muito mesmo. Daí eu entendi a moral das esteiras que tanto havia esnobado.






















Chegando na tão temida imigração, eu ali, cheia de papeis e comprovantes e isso e aquilo, pra provar que sou gente boa e tal, a mulher que me atendeu, além de ter sido super grossa comigo porque eu não entendia o português de Portugal dela, me fez umas quatro perguntas, carimbou meu passaporte com o carimbo mais sem-graça do mundo e pronto. AFF! Gente, a imigração não é tudo aquilo que vocês imaginam.
Saindo do labirinto aeroportuário, chego na sala de "arrivals", onde a querida da Josiane está me esperando. Fomos ao (ovo que é o) centro de Lisboa, onde gastei meus primeiros euros em souvenires pra minha família, e onde eu vi uma PLACA ENORME de um show do Michel Teló que vai acontecer em fevereiro por lá. QUASE MORRI RINDO!! Só de imaginar um português qualquer cantando "nossa, nossa, assim você me mata" com aquele sotaque esquisito, me dá muita vontade de rir.

Se ampliar a foto, tu consegue ver bem o anúncio do show.

Algum monumento que não faço a mínima ideia do que seja.

Voltamos ao aeroporto pra lá pegar outro ônibus pra ir num lugar que nem lembro mais qual era, mas que devia ser super legal de ir, pena que ficamos UMA HORA plantadas na parada esperando esse banzo que NUNCA vinha. Daí que desistimos e acabamos ficando por ali no aeroporto mesmo. Então a Josi foi embora e eu fui embarcar de novo. Se tem uma coisa que me deixa enojada é ter que fazer aquela inspeção das malas. POXA, português não gosta de brasileiro MESMO! Implicaram comigo e com meu saquinho de líquidos dizendo que ele era inadequado e que eu teria que comprar os saquinhos que vendem no próprio aeroporto pra poder passar. Pra quem ta boiando, seguinte: em um voo para a Europa, não se deve levar líquidos em quantidade superior a 100ml e estes frascos devem estar dentro de um saquinho do tipo zip. IMPLICARAM COM O MEU SAQUINHO! Hunf! Comp eu tinha tempo e não estava afim de causar confusão, fui atrás dos "saquinhos do bem" e descobri que a gente tira eles de uma máquina que só aceita moedas de 1€. Eu não tinha moedas. Resultado: tive que sair daquele lugar, pra comprar qualquer coisa só pra ter o troco e poder conseguir os malditos saquinhos. Quando estava a caminho da inspeção, com o pensamento "HAAAA seus portuga, quero ver vocês implicar comigo agora só porque sou brasileira", vejo que a fila (ou bicha) havia QUADRIPLICADO de tamanho. FUUUU fiquei uma meia hora ali esperando pra passar minha mala no raio x.
Finalmente, eu havia entrado! Yeaaaaaaaa! Fiquei encantada com as lojas todas que tinham lá! Era um shopping totalmente duty free!
Consegui conter meus impulsos consumistas e me mandei pro portão de embarque do meu voo pra Munique. Não preciso dizer que quase morri caminhando também né?
Eu precisava falar com a minha família pra avisar que tava tudo bem comigo, mas infelizmente aqui na Europa não tem cobertura pro meu plano de celular (isso já já vai se resolver: vou comprar um chip alemão pra mim), daí me lembrei que era só entrar no Skype. Quando vi que tinha wifi LIVRE no aeroporto, me tornei a menina mais feliz do mundo, até que percebi que se eu quisesse usar a tal internet eu deveria PAGAR. E foi o que fiz: 2€ por meia hora. Falei com a família linda e entrei no avião rumo a cidade mais linda de todo o mundo. Confira o último capítulo da saga em "Hallo Deutschland!".

Nenhum comentário:

Postar um comentário